Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fusos & Diurnos!

De todo o fel que destila, bocas malditas,
Ares de pura vingança, inveja & afins,
Sôfrega solidão pelos amargos da vida,
Da perspectiva nula a imbecilidade total,
Inúteis grafados em letras colossais,
Verrugas sangrentas na disposição carnal,
Lamentos, mais que lamúrias & espaço vazio,
Corpos alquebrados na beleza finda,
Gárgulas travestidos são mais humanos,
Pústulas encabeçadas num denodo estranho,
Policiamento nas partículas & minúcias,
Voz rasgada na garganta sufocada,
O tédio que a falta de tesão também traz,
Tributos para malditos & outras perdições,
Intempestivas falácias, frases quebradas,
O aroma está mais perdigoto, um lixo,
Flores murchas, pele flácida, vaso decomposto,
Línguas partidas, relações bem duvidosas,
O gosto acre que ninguém mais suporta
Criando teias de aranhas, poço sem fundo,
Malabarismos para se ter um riso matinal!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 25/05/2006
Código do texto: T162819
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:10)
Peixão