Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor

As horas passam lentas assim.
Se tornam intermináveis porque olho às estrelas tão brilhantes mas não encontro teus olhos.
O anoitecer de um céu imenso mas que não ouço tua voz me procurando.
Penso nas águas que escorreram de nós e que tirou teu coração pra longe de mim.
O relógio corre em um tempo vazio.
Onde a mágoa não traz a piedade e me condena.
A fatalidade da solidão que se apossa de mim.
Tanto que desmancha minha alma que a ti pertenceu.
Toda separação que sofri explode.
Explode em dor.
Dor.
Da despedida, do ir sem volta.
Sem olhar pra traz, movo os olhos a tua procura, na ânsia da volta.
E vejo teu aceno de longe que mostra a despedida do nosso amor.
Sinto-me aos poucos morta, pois preciso entender que o destino não quis nos manter juntos.
Não quero entender que você partiu pra sempre.

Anja Perdida
Enviado por Anja Perdida em 25/05/2006
Reeditado em 31/03/2010
Código do texto: T163055

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anja Perdida
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
79 textos (3482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:41)
Anja Perdida