Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ponto Nobre

Um ponto nobre, um coração
ávido de sobremaneiros, de
circunstâncias e aparatos de
reis e rainhas.
Pode ser você.

Um ponto nobre se faz
com castelos imaginários,
sonhos de rainhas
e percas de guerreiros.
Pode ser sua densa e angustiante
procura.

Um ponto nobre se faz com
luzes que irradiam do próximo,
da ternura de crianças,
do afagar de um abraço,
de um roçar de mãos.

Um ponto nobre é a união
do desejo e da perca,
do encontro e da falta,
do mesmo, e do contrário.

Um ponto nobre pode
ser você,
de soslaio e triste,
embrutecida pelo vazio,
desesperada por achar
coisas que comentam de amor.

Pode ser você que caminha
ao vento,
derrubada de esperanças,
lábios secos,
mais iguais a cálices dourados
que sorvem o fruto
do amor.

O ponto nobre
é achar, entre mil
fogos, um deles,
que açoite seu coração;
sem que perceba que foi
atingida
pelos nobres e colegiados
dono de seu amor.

E, amor, só existe um.
Se não achou, espera
o vento mais brando chegar;
se já o tem, guarde-o numa
caixa de pérolas e dengos,
pois sua vida começa ai:
próximo a abóboda
do céu.

José Kappel
Enviado por José Kappel em 26/05/2006
Código do texto: T163185
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26785 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:16)
José Kappel