Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Asas Feridas

Quero um pouco de vento
tão fresco,
tão ameno,
tão rústico,
prenúncio de lento,
e tão romântico
que faça um rodopio
de carinho
entre minha ida
que é sua vida
e minha partida.

Que, será sempre,
afrescos de vizinhos,
porta de soldados
e luz de santuário,
de quem já vai agora
envolto em mortalha querida,
de azul.
E quando se fala em morte sem sentido,
Digo lá! Sou eu!
Uma fuga de asas feridas !
José Kappel
Enviado por José Kappel em 26/05/2006
Código do texto: T163187
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26777 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:36)
José Kappel