Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POWER

Poder para o poder poder ter poder e poder.

Poder para as coxas mais grossas e gostosas
Para poderem ser mais gostosas e grossas
Do mesmo jeito e para sempre no poder.

Poder para os que lêem juntos, como os olhos,
Para poder juntar mais olhos e o poder
Poder abrir os olhos e mais valer e mais poder.

Pode para o cão que assovia alto
Que risca no asfalto a língua do poder
Para aquele que rala ricota
E busca na xoxota nascer e morrer.

Poder e orientação para o poder sem direção
Poder fruir e poder sumir e poder para existir
Dentro do poder de fogo que existe no próprio
Âmago do fruir e poder para o agradável
Charmain Zappa que pode e não escapa
Do poder ilimitado, imitar
O primeiro estado e criar e recriar e
Nascer e refazer o nascimento
Até o renascimento de cada cria pictórica...

Prazer para para lógica, para o ócio, para a combustão,
Prazer de fogo, néctar, quasar, quase violão,
Prazer para todos os prazeres em pleno poder,
Prazer e poder e recreação e lazer,
Poder é foder e poder de novo foder
E foder o poder até não mais poder
E receber o jato do primeiro impacto
E pactuar com a força de um rapto
No acto de poder.


Preto Moreno
18/06/1991
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 26/05/2006
Reeditado em 26/05/2006
Código do texto: T163415

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6783 textos (102555 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:05)