Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cinzenta Manhã...

Cinzenta manhã de garoa intermitente,
Obrigando os pássaros dos meus sonhos
Debandarem, quiçá para sempre...
Balada triste repetindo inclemente.
Réstias de esperança que componho,
Tentando evitar o começo do fim,
Fugindo das lembranças, de mim...
Floresta, caminho fechado,
Sem atalhos, sem retorno ...
Olhar estrábico, visão empobrecida,
Mergulho no nada da vida...
E ali no vazio descubro minha alma,
Sem energia, tão cansada...
Descrente de tudo que vê e ouve.
Pesarosa, errante, maltratada...
Uma leve brisa sopra... e ela se apaga...
 
Mary Trujillo
11.10.2004
 
Respeite os direitos autorais
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 26/05/2006
Código do texto: T163756

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25774 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:10)
Mary Trujillo