Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Emaranhado

Minhas mãos retêm o perfume da flor colhida na calada da noite, nos lábios o sabor do sereno pálido esquecido, outrora mesclava em lágrimas solitárias do andante.

 
Sou viajante do tempo e do espaço, me desfaço em caminhos ainda não desbravados, rastejo nas emoções alheias, sou forasteira das sensações, provoco palpitações, desabrocho em cada alvorada, debruçada na janela da vida, sob os respingos de saudade, emaranhado de anseios, em teias de ilusões, vou escalando minha morada.
 

Do grito que ouço ao longe, estendo as mãos e não alcanço...
Pálpebra fecha-se lentamente, o cansaço tomou conta, meu espírito vagou entre as montanhas, num intercâmbio entre a natureza e a alma, junção perfeita desse universo sem fim.
 

Sai de mim, por alguns instantes, criei asas coloridas, pairei entre jardins floridos, o vento dança entre os trigais dourados, perco a visão nessa cena, adormeço fluindo feito plumas e sobre as brumas da saudade me transporto em mil pedaços, cada partícula incrustada nas rochas, esconde mistérios de outrora.
Pés descalços pisam firmes deixando rastros...
 
 
 
Escrito
27.05.2006

Por Águida Hettwer
 
 
 
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 27/05/2006
Código do texto: T163808

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116354 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:42)
Águida Hettwer

Site do Escritor