Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Louco Que Me Faz Louco

Louco que faz louco,
grito que gera dor,
dor que me assume.

Tempos difíceis
estes de amar,
e correr atrelado
a este amor,
que de aventuras
comigo,
não quer nem pensar.

Faz tempo,
esta danada de ausência
que rompe os dias
e coroa de perdas nas
minhas falsas horas de vintém,
e me agride como
se eu fosse folhagem
seca.

Sou fraco porque
sou partitura
inacabada.

Mas não é o bastante,
só quero de seu consolo
coberturas de caramelos
com sabor de quinze anos.


Porque sou desdém
do meio-dia;
marco horas
na vida
e nem sei quem é ela.

E me dissipo
na escuridão.
Se quiser chamar um nome
chame então Homem de Lá,
pois ele está bem no fundo
de algum
poço sonolento de
musgos.

Chame e me apanhe
e me leve pro
fim de seu mundo.

Mesmo que não haja portas,
sempre há uma retina
de ser rei,
e você formar comigo
meu par de estrelas.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 27/05/2006
Código do texto: T163916
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:35)
José Kappel