Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vazio



Tentar se aprofundar na imensidão dos pensamentos
Mergulhando em dimensões insólitas e desconhecidas
É aventurar-se em direção ao destino
Etéreo, indomável, imprevisível como o vento
É experimentar infindáveis partidas
Sem jamais subjugar-se ao desatino

E então perambular sem compromisso pelo vazio
Ah. Um vazio sem fim. Sem fronteiras, sem divisa
Sem cor, nem aroma... Sem densidade!
E entregar-se sem receio a um abraço que é frio
Que como tentáculos, aprisiona de maneira concisa
 E insinua e profetisa mera realidade

Vazio pleno, condensação de nada
Avesso do tudo, apreço de não existência
Personificação da inutilidade
Idéia fugaz extraviada
Frívolo sentido de incoerência
Que reduz ao vazio, toda possibilidade!

Priscila de Loureiro Coelho



Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 11/05/2005
Código do texto: T16394
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215169 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:09)
Priscila de Loureiro Coelho