Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ruas vazias

 
Noites frias ruas vazias, apenas o vento passando entre as cortinas, sob a passarela do mundo das ilusões, cala-se diante do sofrimento.
Pétalas acetinadas espalhadas, embriagando o ar, mergulhando em almas cansadas.

Quando tudo se tornar vazio, a luz no fim  do túnel há  de inflamar, queimando resquícios de saudade.
Nas páginas amareladas da vida, que floresça o amor, feito flores silvestres que germinam sem ser jogadas ao solo, apenas brotam na simples missão de embelezar o mundo.

Ainda que o mar esteja revolto e as ondas enfurecidas choram suas mágoas lançando-se bruscamente nas pedras, o amor que move o mundo há de desaguar no mar de calmaria.
Na sinfonia do vento, carrego o sofrimento, arranco de dentro do peito, as cicatrizes que teimam em sangrar, vestígios de almas gêmeas a vagar pelo universo oposto.

Mergulhando no ser, desnuda todos os anseios sem medo, planar nas asas da emoção, do grito contido, grafar em páginas amareladas pelo tempo, cada momento avivando sonhos esquecidos.

Melodia cálida de primavera, em pleno outono frio, derradeiro no rodopiar da vida, extraindo doces murmúrios dos lábios, no aconchego dos braços.




escrito
30.05.2006

por Águida Hettwer

Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 30/05/2006
Código do texto: T166023

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1260 textos (116553 leituras)
15 áudios (2140 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:41)
Águida Hettwer

Site do Escritor