Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia de Bolso 31 ( Metafísica )


Poesia de Bolso 31 ( Metafísica? )


Reabre a ferida
De um antigo corte...
A vida é destino
De cartas na mesa
Mas cujo sentido
Não cabe em si mesma.
Por isso transcende
Embora não saiba
À luz reluzente
De um sol que arrebata
O olho impreciso
Que busca e não acha.
É esse o mistério
Da grande alquimia
O céu e o inferno
A morte e a vida.
Quem sabe algum dia
No lombo da morte
A vida sozinha
Encontre seu norte
E seja infinita
De eterno galope?
 









Aldo Guerra
Enviado por Aldo Guerra em 30/05/2006
Código do texto: T166250
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Guerra
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
296 textos (26102 leituras)
3 áudios (490 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:19)
Aldo Guerra