Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Run Envelhecido

Tentei, ao acaso,
subir montanhas
ou descer delas.
Tentei - juro que tentei.

Encontrei minha terra,
de promessas já
quebradas,
e poeiras esvoaçantes
colorindo a cabeça
dos homens.

Tentar, juro que tentei.
Mas faça você
um ano de velhice
e peça a qualquer
esperança que se mova.

E bem se mova
como a pedir
um simples copo d'água.

E, por tanto fado de
tentar subir ou
descer montanhas,
nos costados dos
homens, e suas
delgadas oligarquias,
que cansei;

de mulheres já olvido,
e dos transeuntes
me borrifei.

-Juro que cansei!

Agora quem quiser
que faça lá sua trouxa;
quem quiser que
procure lá seus ouríves,
quem quiser que calce seus
tamancos,
porque prá mim já basta
ser pedestal para
boa inspiração
dos namorados ou
amantes passageiros.

Pois não há um único ser
humano, na face
desta armada terra
um que não esteja atrás
de saias,
outros, benfazejos,
atrás de duas, a
maioria, atrás de
uma boa guerra
e todos atrás de,
alguma coisa
de beber prá esquecer.

E nisso falando,
seu Manoel de boas tripas,
puxe lá um condado de
um bom rum,
e vamos também
esquecer que por aqui
nossa nau
naufragou!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 31/05/2006
Código do texto: T166514
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26785 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:28)
José Kappel