Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Costuras de Paixão

Quando anoitece em minha vida
poucos estão por perto:
só a voz de algum rádio,
o espantalho da tevê,
a moda de ver um sozinho
a procura de dois.

Quando anoitece em minha vida,
vejo nas entrelinhas da hora,
que a vida está passando
e carregando as saudades.

De pouca valia,é certo,
mas costuradas
na paixão!

Então, se não o sabe,
ouve o talvez do
porquê.

Daqui nasceu e morreu
o tal amor,
mas banido foi,
feito uma pátria
sem bandeira.

Das saias dela,
que um dia me encharcaram
de amor de homem,
são, hoje, pão batido e santo.

Volta, não tem,
pois aroda faz a trava,
mais ninguém tráz ela de volta.

Morreu? Não!

Misturou-se na ninhada da noite,
nos bolsos acetinados dos homens,
e,de soberba,
ficou altiva dos homens,
criatura de três camas
e dois dinheiros.

Eu? Me encolho à noite
e choro sei lá porquê!

José Kappel
Enviado por José Kappel em 31/05/2006
Código do texto: T166529
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:46)
José Kappel