Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Simples de Dois

Simples de dois,
pedra que rola,
assinta,
musga a relva,
e não perdoa
até as pérolas.

Pedra que carrega
e impõe
força,lapidez
e raça.

É tão simples de
dois;
não persiste mais na dor,
ela própria se envolve
com seu manto,
tal qual
uma pedra qualquer,
que alavanca
a relva e os
sentidos.

Quem os tem, sente,
quem os tem,sofre,
padece, musga.
Quem os tem até aprende
a pobre de rezar !

Quem os tem
tem pouca sorte
desta vida ser varrido,
como se alapra o pó,
como se aquece o ventre,
e fica passageiro do léu:

morre aos pedaços
e cujo amor, como o vento
sem alpendre,
arrasa a relva,
debate o espírito.
 
E faz da carne
um antro
passageiro de viver.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 01/06/2006
Código do texto: T167133
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:22)
José Kappel