Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Beira de Lua

Sombra que morre à
beira da lua; sombra que
moreja seus lábios,
acende seus olhos de luz
em contra-verso.

Sem vigílias,
sem paredes.

Sombra que me amedronta,
- em manto de criança -
me leva ao mais escuro
e encurta
minha passagem pela vida.

Você,plena luz,
eu,esquina
de espera:
encurvado, com
um dourado
copo de vinho.

Bêbado de vida,
tonto de estrelas
sem nome.
Se é adeus,...adeus
um,beijo em você,meiga!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 02/06/2006
Código do texto: T167806
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26787 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:48)
José Kappel