Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rainha de Mulher

Coze a linha na finura do pano,
cerra a fazenda em fiapos
que vão se acovelando,
lado a lado, como se fossem
um monturo de cores envergonhadas
de duas rainhas.

Igual a cercedura que molda,
no espaço, o corpo dela em tiras
que vão formar o molde,vão tornear
a figura;
fico eu de plantão na meiguice
de sua forma - uma piabetá sem
prumo,uma condiz nas alturas,
uma princesa proba e altiva
que nasce pra abravejar minha vida.

Assim, do pano se faz a mulher,
da mulher conquisto a faina do amor,
e, se tiver, mais uma, faz dúzias,
são de gente,cor do povo,
reflexos de lagos adormecidos,
espelhos de eternos amores!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 02/06/2006
Código do texto: T167810
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 15:58)
José Kappel