Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fúria

Palavras severas
Dita entre feras
Não irá acabar com sua raiva,
Sua boca afiada que nem navalha
Só diz e diz, mas não diz nada.

Palavras ríspidas e agora palavrões
Querendo gritar e me ensurdecer que nem os trovões
Mas você não diz nada, só desabafa
Sua dor e sua mágoa.

Poderia até baixar a voz
Não grite comigo como se eu fosse seu algoz
Tente dizer aquilo que sente
Aquilo que te enfurece.

Pensa que todos estão contra você
Mas você está contra todos
Pensa que tem a razão
Mas essa já passou longe de você
Acorde dessa ilusão
Não será a fúria que irá fazer de você
Alguém forte pra superar um corte
No seu sensível coração
Que finge estar transtornado
Mas no fundo está perdido e desolado.

12/06/04
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 03/06/2006
Código do texto: T168538
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42669 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:12)
Miguel Rodrigues