Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAIXÃO DESCONTROLADA.

Suave é o teu olhar,
Solto é o teu andar,
Deslumbrante é teu sorriso.
Suas mãos são bailarinas
No palco do meu imaginário.
Seus pés navegam altaneiros
Nos tapetes macios
Dos meus sonhos.
Seu corpo flutua debochado
No meu inconfessável desejo.
Seus lábios, meu deus,
Escancaram um sorriso
Que me enlouquece.
Fonte de mel e sonhos.
Sorte de te conhecer,
Ternura e desejo,
Maldito  acanhamento
Que me faz assim
Refém de mim mesmo.
Escravo de o teu existir.

Por favor não leia este poema. Não podes tomar conhecimento deste  ridículo. Não tenho culpa sou apenas um poeta que exprime sentimentos. Incapaz de guarda-los os escondo atrás dos versos. A culpa  é daquele seu sorriso ao dizer sem pensar que eu te tirava do sério. Não resisto e nem quero lutar contra  este desejo. Sòmente a paixão vale a pena. Acho.
 




Humberto Bley Menezes
Enviado por Humberto Bley Menezes em 03/06/2006
Código do texto: T168918
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Humberto Bley Menezes
Curitiba - Paraná - Brasil
94 textos (5962 leituras)
3 áudios (514 audições)
2 e-livros (91 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:30)
Humberto Bley Menezes