Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Transformando o verso

Desbravar todos os anseios da alma, expulsando os tremores, moldando no papel cada gotícula de sangue que escorre sem cessar, transformando em verso de amor.

O alvo dilacerado chora as mágoas do passado, na entrelinha do abismo, bamboleando as pernas cansadas, pálpebra dormente, desperta de repente os raios infiltraram a visão.
Sons ecoam ao vento, retinem os sinos da catedral, as horas passam de pressa e nos resta esperar que o novo dia, ressurja radiante, transformando o verso, triste, em alegria nos lábios.

Canções escritas na inspiração da alma vivente, balbuciando sonhos retidos, folheando páginas na cumplicidade do pensamento com o papel alvo, destravando portas, aflorando os sentimentos de verso em verso, traduzindo a linguagem do coração.

Sintonia do universo, conspirando com o amor, grande aliado, confiscando almas á deriva.
As flores guardam seus segredos nos perfumes que exalam na calada da madrugada, enquanto dormes no teu leito, com o receio de serem descobertas, embriagam o ar, para que não revele as juras dos amantes.

A lua, faz de conta que não vê, cintila prateada, debruçada no manto escuro e eu poetando nas letras sem rima, por descuido deixo-me envolver...
 
 


 
escrito
04.06.2006
por Águida Hettwer
 

 


 
 
 

Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 04/06/2006
Código do texto: T169307

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116377 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:21)
Águida Hettwer

Site do Escritor