Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIDAS ABSORTAS, SEM VIVER...




Pássaros sem gorjeios,
adormecidos?

Pássaros sem chilreios,
entontecidos?

Pássaros silenciosos,
entristecidos?

Pássaros sem trinados,
seres sem amor,
sons desafinados
de medíocre tambor…
Jardins sem flores,
árvores sem frutos,
eu com minhas dores
e meus dias tão curtos…

Crianças tristes, sem pão,
abandonadas?

Outras sós, sem habitação,
discriminadas?

Muitas outras, sem amor,
indesejadas?


Vidas absortas, sem viver…
Vidas mortas, sem o saber…

HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 04/06/2006
Código do texto: T169486
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:47)
HELENA BANDEIRA