Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Do Amor

Já ouvi essas palavras em algum lugar:

O amor é hóspede do coração.
Algumas vezes convidado,
Em outras, inoportuno,
Que não pede licença
Para entrar.

E se o tratamos mal,
Nem desconfia,
Embora não vai.

Pelo contrário,
Vai se instalando,
Investigando
Todos os cômodos
E recantos de
Nossa alma,
Com o intuito
De lá ficar.
 
O amor toma conta,
Domina o tempo,
As horas, e até
Os míseros segundos.
 
Faz o coração bater apressado.
E dá tais saltos dentro dele,
Que até alguns parafusos
Se desprendem, se soltam,
E voam desembalados
Para as alturas dos alados.
 
O amor se encarapita no juízo,
E faz tal estrago dentro dele,
Que fizemos loucuras
Nunca antes vistas,
Balançando às suas vontades.

O amor de um nada só,
Faz a intensidade do dia.
E nas noites em claro,
Rumoreja em nossa alma,
Sonhos loucos e infantis.
 
O amor de uma só flor,
Faz um dia inteiro de luzes.
E de quatro ou cinco linhas
De uma poesia, põem,
Nos lábios de quem ama,
Tal tremedura,
Como se fossem mil
Beijos de ternura!
Maria
Enviado por Maria em 05/06/2006
Reeditado em 04/06/2011
Código do texto: T169593
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4553 textos (186031 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:14)
Maria

Site do Escritor