Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMA VENTURA



 

Por que insisto em escrever

Enquanto passam

As horas mortas

Como se quisesse

Captar a vida

Em um átimo?

Como se as letras fossem

Espiões que devassam

As reentrâncias do meu ser

Todas as minhas particularidades

Entrelinhas certas e tortas

E em silêncio propusesse

A minha musa despida

Em cada partícula de átomo

Que me compõe e segura

Mais um capítulo da minha lida

Antes que viesse a secura

O cair da última lágrima

O afã da última ventura

 

WalterBRios

4/6/2006

Walter BRios
Enviado por Walter BRios em 06/06/2006
Reeditado em 06/06/2006
Código do texto: T170218
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Walter BRios
Salvador - Bahia - Brasil, 61 anos
358 textos (13842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:02)
Walter BRios