Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Extrema-Unção

Extrema- Unção!

Eda Carneiro da Rocha

Não quero ser o que parte sem ter vencido
a mágoa, a desesperança, o medo...
Não quero abortar meu mundo de sonhos
Não!  Eu os quero bem vivos, para poder
ver as folhas do outono, as flores da primavera,
o nascer do sol em meu coração!..

Não quero ser o ser errante
que parte sem conhecer o amor
e sem  ter para contar, seja aonde  for
as delícias do teu beijo,
pétalas que beijei de tão macios,
teus lábios são!..

Não quero ter como amante o abandono
dos que amei!
Minh'alma partida e dilacerada,
pelos dias que não vivi.

Quero amar e ser amada,
sentir teu corpo junto ao meu,
com ele descansar e  aproveitar
tudo o que não gozei!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 15/05/2005
Código do texto: T17088

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14776 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:50)
Poeta Amor