Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Nunca existe pra ti

Idéias teimam em vir relembrar lindos momentos que tivemos e que já não tem sequência tão forte e firme.
Uma lágrima teima em cair pois me faz ver que não fui capaz de te manter do meu lado, me querendo sempre contigo.
Foi um sentimento, não foi algo passageiro que me fez ver tudo por outro ângulo, o da amizade e não do amor.
Lágrima não cai pois fico mais triste, em saber que não consegui te conquistar.
O que mais que fui incapaz?
Hoje não me sinto forte o suficiente pra recomeçar, olhar uma outra pessoa e me sentir capaz de amar.
Quero entender o porque não consigo te esquecer se nada concreto tivemos.
Não existiu o toque, o corpo, o prazer de sermos um do outro.
Nada disso houve e porque tu me abandonando não me sai do pensamento.
Não me procura, não sente minha falta, meu carinho, meu amor, meu tesão.
Vejo que não tens mais necessidade de mim, de nós dois.
Ah!
Quando liga é como médico...oi...tudo bem...como estou...depois ligo e mais nada.
Sei que levei muito tempo em tentar te encontrar, mas tenho medo, pânico.
Sabe quando se ama alguém a gente quer parecer bem para que o outro nos ame.
Falso, isso não é, pois na vida devemos ser o que somos independente de quem nos goste.
Droga...loucura...te preciso e nem sei determinar como.
Eu jurei a mim mesma, que não passaria por uma situação assim, em que me deixe indefesa diante de tudo, fraca, pois não consigo reagir e dizer a mim mesma que mereço mais, muito mais.
Procuro ocupar minha cabeça com tantas coisas, mas quando menos espero tu está lá.
Plantado em minha cabeça, corpo, coração.
Me pego chorando pois nunca fui assim, e quem és tu pra fazer isso comigo, que direito tens.
NENHUM!
Então meu coração conversa comigo, mostra que posso, que sou capaz de conquistar à vida sem que tu esteja nela.
Meu peito aperta, lágrimas rolam, depressão desanda, minha fraqueza aflora, minha imunidade desaparece quando ouço tua voz.
Sei que tem várias pessoas que te querem, então porque tu não me esquece.
faz de conta que nunca existe pra ti, pra tua boca, corpo, coração.
EU NÃO EXISTO!
Difícil entender e aceitar isso.
MAS EU NUNCA EXISTE PRA TI.
Anja Perdida
Enviado por Anja Perdida em 07/06/2006
Código do texto: T171192

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anja Perdida
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
79 textos (3482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:30)
Anja Perdida