Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Última lágrima

O coração que quer encontrar sua metade.
Florece a alma que transborda de sentimentos que nos pertencem mas que preciso repartí-los.
Amor que começou do nada e que foi se fortalecendo, tornando-se diferente.
Como em qualquer relação nos perdemos no meio do caminho, sem saber exatamente porque.
A lágrima que pode ser de amor, de felicidade, de tristeza ou mágoa, não cessa.
Ela nos torna leves, pois colocamos nossos sentimentos bons ou não pra fora.
E alivia nossa alma.
Acalma nossos pensamentos, nosso olhar torna-se sereno, nosso sorriso é leve e solto, a aura transborda leveza.
Mas tudo isso que nos eleva nos faz ver a vida com outros olhos ás vezes nos faz chorar, chorar mesmo.
Queria então que a lágrima fosse a última de tristeza e tivéssemos milhões de outras mas de felicidade.
Porque não uma última lágrima por:
um olhar...
um beijo...
um afeto...
um sorriso...
um tocar...
um sussurro...
uma flor...
um TE AMO...
uma cumplicidade...
um medo...
uma ausência...
uma rejeição...
uma esperança...
uma vida...
A última lágrima que precisa nos mostrar que só existe uma vida que precisava fazer eu feliz, preciso ser feliz agora.

Anja Perdida
Enviado por Anja Perdida em 07/06/2006
Reeditado em 07/06/2006
Código do texto: T171197

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anja Perdida
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
79 textos (3482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:45)
Anja Perdida