Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Duas Camilas

Vale o próximo
de duas camilas,
vale o brenho,a noite,
a próxima calma.

Vade!Impróprio!
Corro a trilha
e mal nela me afogo entre
o vento cruzo, e as
maldizelas de tal vila.

Sou porquê, e clamo
vago,
dizeres de chinelas.

Mas de duas camilas
não abro mão
para o vago rei que
se aproxima.

Louco só e
tinhado de benzeduras,
mas me brenho em
duas camilas
que nem o céu de pinga
me faz varredura.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 08/06/2006
Código do texto: T171509
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:40)
José Kappel