Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu não vou me despedir...

Eu não vou me despedir
Ela vai caminhar comigo no rol dos tempos
Fiel companheira de todos os tormentos
Armadilha para a estrada iludir

Não, sem despedida
A carne já lamenta tanto chão
Pede a calmaria do coração
Vaga nessa luz tão sofrida

Chega de dar adeus
Tantas marcas jogadas ao canto
O cenho se cava por mais esse pranto
A solidão sem os beijos teus

Toma essa mão agora
Carrega mesmo sofrega essa paixão
Iluda-me ao espantar a solidão
Sem ver este rosto que chora.


Peixão89
Este textinho, uma lúdica intromissão na verdade, participa de uma composição "Despedida" da Valéria Tarelho. Apesar da minha abusada intromissão, ficou muito legal. (Espero que ela me perdoe.)
Peixão
Enviado por Peixão em 16/05/2005
Código do texto: T17228
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:41)
Peixão