Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O TEMPO PAROU

 Parou o tempo, brequou o mundo,
 Dentro de mim, foi o que ocorreu.
 Não há beleza, não há mais flores,
 O mundo parou em seus dissabores.
 Visão distante que nada mais vê, a não ser o cáos.
 Coração frio, como que totalmente vazio.
 A mente estarrecida contempla tudo,
 Percebe que não foi o mundo que parou,
 Mas sim um coração que entristeceu.
 E para um coração triste, o mundo fenece.
 Ao fenecer esquece do belo ao seu redor.
 Não percebe a alegria, nada sente com a fantasia.
 Tristeza há, quando o coração entristece,
 Fica enfermo, doente, ele sim fenece.
 Parece existir para ele somente o ostracismo, o limbo.
 Parou o tempo, brequou o mundo,
 Fenece um coração: Sucumbirá?
Dmoraes
Enviado por Dmoraes em 09/06/2006
Código do texto: T172410
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dmoraes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
96 textos (6656 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:42)