Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERGUNTEI À DEUS

Perguntei à Deus, um dia:
Porque não tenho braços, se quero abraçar,
As mãos ausentes, se quero aprender,
Os pés que faltam, se quero correr,
A voz que falha, se quero gargalhar,
E a alegria que tenho, se não posso demonstrar,
Sendo ainda tão criança, começando a viver.

Deus me respondeu:-
O abraço você recebe sem precisar abraçar,
As mãos ausentes, outras irão te acolher,
Os pés que faltam, energia passo para substituir,
A voz que falha, faço a meiguice te acudir,
E a alegria que carrega, é para sua alma sorrir.

Veja, porém, o que dou em troca pelos sentidos ausentes:-

Um imenso amor que iluminará sua existência,
O sorriso na face, que estará sempre presente,
Ser amada em plenitude por quem a vida te deu,
Ès minha relíquia, criança venturosa e bonita,
Os meus olhos estão pausados em sua pureza,
Iluminarei sua existência diante de todas as sombras,
Farei doce sua vida com toda minha presença.
Jairo Valio
Enviado por Jairo Valio em 10/06/2006
Código do texto: T172814

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jairo Valio
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 82 anos
518 textos (40378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:57)
Jairo Valio