Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É SEMPRE SÓ À NOITE...




É à noite
que as minhas dores morrem…
É à noite que minhas lágrimas correm…

É à noite
que a minha poesia chega, avança e flúi…
As lágrimas secam e o desgosto reflui!

É da noite a magia
que me beija e acaricia…
Que dá Paz à minha alma
e conforto ao meu coração.
É da noite a magia
que me traz o dom da calma,
apazigua minha emoção
e acorda minha fantasia!

É sempre… só à noite
e não durante o dia, que fico desprendida,
sozinha comigo, solta e desprevenida…

Esqueço da vida o açoite.
Nada quero ouvir, ver, sentir nem lembrar…
Sinto desejos e beijos, mas não quero amar!...







HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 10/06/2006
Código do texto: T173122
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:48)
HELENA BANDEIRA