Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a hora do brinde

abram as garrafas
e vamos expor
os conflitos
sem exacerbar
nos delírios,
apenas falar
dos atritos
em linguagens
poéticas
ou até políticas.
abram as garrafas
caso contrário
choraremos
apenas sóbrios
recorrendo
e repensando
as velhas retóricas
da tragédia
comum de existir,
como copilações
de um Deux
que gosta de brincar
com o sentido
da existência,
abram as benditas
garrafas,
de maneira imperativa
abram já.
Manoel Messias Pereira
Enviado por Manoel Messias Pereira em 11/06/2006
Código do texto: T173407
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Messias Pereira
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 61 anos
84 textos (7175 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:41)