Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Porque você?

Quando se descobre o amor, é estranho, pois é tudo novo, sem muito entender.
Horas, dias, meses, anos passam e vamos conhecendo algumas pessoas que de alguma forma marcaram à nossa vida.
Marcaram sim, sem importar a forma ou o porquê?
Ah...nos apaixonamos, é bom, tudo é muito maluco, o olho brilha, os olhos falam, a boca perde o sentido, pois tudo queremos ao mesmo tempo.
È bom andar de mãos dadas, ficar agarradinho, ficar dando beijo e mais beijo.
Oh...coisa boa.
Uma ou outra pessoa se chega à nossa vida e vai mostrando o quanto nos quer, o quanto somos importante.
E neste vai e vem...bummm!!!Lá estamos nós apaixonados.
Lá estamos nós voando nas horas mais impróprias, rindo sózinha, enfim, fazendo todas as maluquices permitidas aos apaixonados.
Nosso pensamento vagueia por todos os lugares possíveis e imagináveis.
Deveríamos estar sempre apaixonados.
Sem querer acaba e sinto que não era nada demais que não sobreviveria.
E assim a vida continua nos pregando peças que ás vezes nos deixam em situações não tão agradáveis.
Aparece na minha vida a net, porque fui entrar nesta ciranda louca, maluca que me transformou.
Até ali meu coração estava sózinho, quieto, sossegadinho, estava fácil levar à vida.
Tudo nos seus lugares, a vida, as pessoas, os sentimentos, as alegrias, as tristezas.
Não sei porque motivo da vida, podendo entrar em qualquer chat da minha região, fui aparecer em um local tão distante, mais de quatro mil quilometros.
Conheci algumas pessoas legais, que se tornaram amigos virtuais e uns até reais.
Isso a net trouxe de muito bom, amigos os quais sinto falta de ás vezes dar um "oi", saber como estão.
E lá pessoas vieram e foram e nem de todas tornei-me amiga.
Entre tantas pessoas e sem querer fui encontrar você que no ínicio nada aparentava.
Não sei porque tu foste existir em minha caminhada.
Não estou te renegando, mas tenho certeza que não sofreria e estaria com o coração calmo.
Tu não pediu pra que eu me apaixonasse, que eu te queresse tanto até por tão longe estarmos.
Tudo foi ficando mais gostoso, mais íntimo, queríamos a cada dia nos falar mais, amar mais.
Encontrar ou não...eis a questão...o medo foi mais forte e acabamos não nos encontrando.
Fui covarde e te perdi.
Mas a cada dia te queria mais e não sei explicar o porque sinto tudo isso, senão te conheço.
Ploft...ploft...ploft...
Tu foi saindo da minha vida, aparecendo cada vez menos e eu ainda sem nada entender, até o momento não sei o que aconteceu?
Já pensei de tudo e nada consegui concluir.
Em última instância me vem a idéia que estás amando outra pessoa da net ou real, que também te ama, que pode estar perto de ti, do coração, do corpo, da cabeça, enfim dos sentimentos.
Aí...como é complicado.
Mas preciso continuar, senão a vida vai e não vivo e não posso faze-la voltar.
Quero que meu amor, nem sei posso assim te chamar, mas que esteja feliz, pois eu não consegui isso, te trazer pro meu lado.
Mas agora vejo como amar, querer alguém que não podemos tocar, amar está tão longe.
Estou tentando entender que passou, que aconteceu mas teve um fim.
Acho que faltou a gente conversar e entender junto o que nos afastou.
Mas tu nunca me procurou pra conversar, por isso acredito que o amor só existiu da minha parte.
Querido, jamais te culparia de nada, pois não tenho este direito e no coração não mandamos.
Vou tentar retomar minha vida, meu coração e tentar ser feliz.
Querido, te gosto muito e te desejo todo amor, toda felicidade junto da pessoa que acredito que esteja contigo.
Por tudo isso, queria entender se possível porque tinha que ser contigo?
Porque você...me diz...
Porque você?

Anja Perdida
Enviado por Anja Perdida em 11/06/2006
Código do texto: T173506

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anja Perdida
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil
79 textos (3482 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:32)
Anja Perdida