Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E Vira a Noite

todos
os anos,
todos os
mesmos
anos,
tenho qe ir
lá na
seabra
do alpendre,
e dar
de gosto
um beijo nela.

se não posso,
e duvido que
não,
mando
beijos e
sussuros,
através
dos que as
vestem,
vestem
as estrelas.

nossos pedaços
partiram,
como a luz,
mas que a vida
levou.

que se foram
ontem,
pra nunca
mais voltar,
num caminho
só de ida.

neste palácio,
volta não
tem.

se perde,
troça a cor
e balança
o azul.

que vira
noite
que viram
estrelas,
mas gente,
nunca mais
eles alcançam
a ser.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 12/06/2006
Código do texto: T173903
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26789 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:05)
José Kappel