Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Verso

O verso vaza
líquido na lágrima
que cai cálida na folha
numa sílaba de sal.

Traduz a alma em símbolos
e solfeja céu na pena
no trajeto do poema
doloroso e musical.

O verso bate tambor
no galope dos cavalos
e canta aurora nos galos
com acordes de cristal.

Mesmo que não cante a fonte,
que a origem não revele,
o verso guarda na pele
uma impressão digital...

Derrama-se, incontido,
das entranhas do alfabeto
expondo-se pelo avesso
delirante e visceral.

E, por sofrer a palavra,
é água, é pão, é flor...
Pois no idioma da dor
o verso é universal.

Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 13/06/2006
Código do texto: T174539

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:43)
Vaine Darde