Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Duas é Demais

Tenho duas mulheres:
uma no trabalho, outra em estado interessante
Uma fala igual a televisão
e outra igualmente igual à transmissão de jogo
de futebol: muito e intensamente.


Tenho duas mulheres, uma não é igual a outra
porque se não fossem, só faltava em ficar endoidecido
de tanto falatório e pedidos. Assim fico encarecido
pois lá em casa tem mulher que até fico roxo.


Elas são boas e carinhosas,
Lavam menha roupa, fazem meu café,
me dão banho de sabão, mas são manhosas
uma não fala com a outra de jeito nenhum; todas sem fé.

Que culpa tenho, se tenho duas mulheres?
Primeiro eu casei com uma;
depois veio a outra igual a uma colher
e me pegou diretinho com todo amor, como uma luva.

Me apeguei - como homem de bom senso - as duas.
Afinal mulher não se despreza nem na porta do inferno!
Pois achar uma já tá difícil pois nem todas são ternas.
Imagine duas à vontade fazendo estoque de
amor bem perto.

Uma tem inveja da outra, é não é pra menos:
um tempo é de uma facilitar
outro, é da segunda aproveitar, plena
as delícias de me ter sem irritar.

Fazem tudo por mim e me dão tudo,
tudo o que eu quero e até o que peço não.
Se uma me dá café outra prepara o pão
e depois todas me lavam com sabão.

Mais atraido pela intensa propaganda facilitada
passei lá a tomar Viagra e acabei com a festa
da mais infelicitada:
ficou grávida!
E a outra agora não quer nem pensar nem deitada!

Assim, tenho duas mulheres e não tenho nenhuma:
a grávida não quer nem dormir comigo pois ela pensa que mais uma, dá gêmeos. Coisa nenhuma!
A outra, com medo dos meus arremedos e sabendo que todo dia tomo Viagra
Passou a me evitar de graça.

Assim, queridos amigos, tenho duas mulheres que muito falam,
até amigas já são aladas!
E eu fico sem pé e sem mão,sozinho e calado.
Pois tenho duas e não tenho nenhuma!
Pois mulher quando cisma em não dar a o pé e ou a mão,
alguma coisa corre errado vira contra-mão.

Um conselho de amigo: fique só com uma mulher
Pois amigas são toda hora,
ora parece que são cão e gato brigando com colher:
voa coisa prá todo lado e eu agora,
vivo um inferno a toda e agora!

Conselho que é bom se dá:
Viva só com uma se há!
Senão viva sozinho e não ponha lenha
prá ninguém ficar prenha.

Se uma é demais e convulsivo
Duas, então, é quase tudo impossível!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 13/06/2006
Código do texto: T174575
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26781 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:24)
José Kappel