Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pedaços

às vezes choro fartamente,
uma cachoeira em afoiteza,
um homem, menino-bicho,
que só conhece a mulher amada

outras vezes rio
do meu lamento solitário
e me re_faço nos ecos
vindos dos porões da minha alma

a lua brota no pé da serra,
engravida a montanha,
os pássaros cantam,
sofro por nós, enquanto gente

às vezes brigo com meu corpo
não deixo que me leve pra onde quero,
não posso, não devo me permitir –
resistir por muito tempo
Pedro Cardoso DF
Enviado por Pedro Cardoso DF em 14/06/2006
Código do texto: T175173
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Cardoso DF
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 68 anos
4319 textos (94825 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:48)
Pedro Cardoso DF