Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O velho diante do espelho




O velho diante do espelho
===================ErdoBastos

Deixaste mudarem teu nome,
selecionarem tua fome.

Falas sem dizer nada,
tua fala soa emprestada.

Teus olhos já  não têm mais
o brilho dos teus ideais.

Tu hoje, não és mais quem eras.
Te mudaram as idéias, te roubaram as quimeras

E chamas de liberdade
esta perda de identidade?

Te ver assim é incrível,
tu como és, era impossível.

O que foi que te conteve?
O que foi que te mudou?

Não tens mais o que eu amava,
perdeste o que eu mais gostava.

Vai, chegou tua hora
tua alma já está lá fora.

Ninguém vai chorar porque vais embora,
mas tu choras sim, pelo que és agora.

Um solitário espantalho.
Um velho sozinho, triste e grisalho.


ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 15/06/2006
Código do texto: T175666

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36905 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:59)
ErdoBastos