Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crises dos rios e dos homens

Os rios dormidos do estio
são filetes de águas tortas
e morrem na ditadura do sol

Esgotos esgotam-lhe a vida
e engrossam o leito lodoso

Quando os rios estão mortos
torrentes do céu e da terra
anunciam o inverno chegando
Bebem afluentes
para sobreviverem às estiagens

Os rios e os homens
são os mesmos pedaços de carne e terra

Cambaleantes do estio
homens são débeis filetes na vertical

As estiagens dos rios
duram os verões:
As secas humanas
são permanentes afogamentos
Rossyr Berny
Enviado por Rossyr Berny em 15/06/2006
Código do texto: T175846
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rossyr Berny
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
61 textos (3128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:22)
Rossyr Berny