Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em tempo

“...se chega a um limite do qual não podes passar... serás infeliz; mas se o transpõe... talvez ainda sejas mais infeliz... embora no fim de tudo, tudo isso seja absurdo.” (Crime e Castigo – Dostoiévski)


(À simplicidade dos amores da vida)

E
era
tempo
de fechar
meus castelos,
escurecer minha
torre de enganos;
tentar erguer minha
choupana com as sobras
                dos cacos
                      dos meus
                          próprios
                               danos!

E
era
tempo
No assombro,
à sombra desse
riacho simples sereno,
que agora rega os escombros,
de armar meu recanto entre flores,
                             fugindo
                                de amores
                                     afáveis
                                         insanos!
Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 16/06/2006
Código do texto: T176379
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9130 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:57)
Kal Angelus