Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Xodó

Permitas-me de mansinho entrar na tua intimidade
Vens!E suavemntete contes-me todo o teu segredo
Não me causes medo e afagues-me com toda a ternura.
Soltes toda a tua loucura, abres o teu coração
Deixes a emoção falar mais alto e sem sobressaltos
Fazes de mim a tua canção no âmago de tua saudade.

Permitas-me acariciar teu rosto que a meu gosto
Aguça o meu corpo carente de teu doce amor
Seja como for, junto de ti não penso em sair
A felicidade é parte de nós, sussurrando ouço
Tua voz nos campos  montanhosos, várzeas e atóis
E o amor faz de nós o que bem quer estando a sós

Qual veleiro a deslizar nas ondas dum mar sereno
Ao teu lado não me sentirei pequeno, serei como
Um menino repleto de fantasia para o bem da vida
Sem deixar escapar do mais rápido momento carícia
Da tua doce e maravilhosa ternura para um novo dia

A vida para nós apresenta-se colorida e, no entanto, serena
No centro duma cidade nervosa e corações agitadíssimos
E cada transeunte que passa com pressa e sem a consciência
Desse xodó, correndo de um lado para o outro, em plena
Treva sem saber viver na plenitude do  amor maior.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 16/06/2006
Reeditado em 17/06/2006
Código do texto: T176850
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79566 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:52)
R J Cardoso