Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eleito.


É nada,
é parte,
é arte.
Fia e desafia,
jogo de palavras,
aorta que é vida,
bem de harmonia,
conquista com fantasia.
Mitos eleitos,
mistérios desvendados,
que não seja a força,
mas que receba.
Olhos que pedem...
Uma lagrima concebida
rega uma flor.
Porta de entrada,
horizonte aberto,
infinito desejo,
prova e gosta,
conhece o amor,
se perde na quimera
do próprio coração
e é invadido pela emoção da poesia.
Vira poeta,
vira palavra,
vira arte,
vira parte,
vira nada,
e encontra a eternidade.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 16/06/2006
Código do texto: T176883
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26305 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:10)
Condor Azul