Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Capitão.


Sonhei que navegava pelo mar bravio
dava suor e lagrimas por minha tripulação,
a todo o momento mostrava-me mais forte.
Certas vezes via o negrume afastar-se,
ai eu ganhava mais campo rumo ao futuro.
Percebia nos olhos da minha prole,
um grande orgulho por mim.
Era justamente porque eu não os desapontava.
Eu sou corajoso,
tenho pulmões de aço,
atroz sou para vencer
e audaz na disputa.
Carrega as minhas sementes escondidas,
estão guardadas numa caixa no meu peito.
Sei que é difícil,
mas impossível jamais.
Sou também aquele que transforma:
Pedra em flor,
ódio em amor,
leitor em poeta,
arte em poesia,
assim em assim,
mastro,
lastro,
vivo com as diferenças,
encaro de tudo
e vou sair,
VITORIOSO.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 16/06/2006
Código do texto: T176890
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26305 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:39)
Condor Azul