Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DO QUE FOGES

DO QUE FOGES

Do que foges qual um covarde,
que invés de avançar para trás dá o passo?
A quem mentes, pois ela já sabe
Tu mesmo o disseste _ Sim, poesias faço.

Dizes não querer do mundo nada
a não ser o pouco que não seja pouco
muitos como eu por suas palavras
creem ser tu, por vezes louco.

Mas louco sabemos que não és
não fazes o que faz um louco, assim não se comporta
loucuras tens feito, não sei, talvez
mas nunca o vi em público a rasgar notas.

E sobre o título que a si nega
receba-o de bom grado, pois mereces
quantos por tal chance não esperam?
Quantos para tanto em noites fazem preces?

Muito, disto tenho certeza,
mas grande é nosso universo
e entre todos, poucos há que mereçam
os aplausos que dou ao teu verso.

E até quando não sustentará a alcunha?
E se dizem muitos que és poeta
em branco não deixarás de forma alguma
a página que já está de versos repleta.


FERNANES OLIVEIRA
POETAFERNANDES
Enviado por POETAFERNANDES em 17/06/2006
Código do texto: T176926
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETAFERNANDES
Praia Grande - São Paulo - Brasil
128 textos (4834 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 17:56)
POETAFERNANDES