Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deuses de Homero

sou fruto de dois,
paz de imensidão,
luz de dois pares,
asas do céu,
que alguma estrela
com pressa,
fez também solidão.

vejo as coisas
como os outros
não vêem;
não por acaso,
pois sou afoito,
cria fácil,
igual aos potros.

me benzeram de fé
que não queria;
mas medo tinha
de no inferno
fazer bodas
de chamas,
isso, não queria.

formei-me na
porta da vida,
levando e puxando,
ora caindo,
dez,levantando.

casei-me de bruto
fácil e ameno,
mas logo,fora levei;
ela,
um dia,
de mala e chapéu,
pegou a vida, e
foi fazer corrimão
com algum outeiro
na terra dos
deuses de homero.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 17/06/2006
Código do texto: T177007
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:38)
José Kappel