Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Telhado de Barro

Tudo quieto
à minha volta.
Estou só.

E vou para
dentro de mim.
Para meditar.
Para pensar.

Penso,
na voz
do silêncio.

O que ela fala?
O que me diz?
 
Entendo sua
mensagem
silenciosa.

Diz que
no nascer
do novo dia,
a lua
já desapareceu,
pingos de chuva
dançam nos fios
iluminados pela
luz do sol.

E as telhas
de barro
do telhado
chamuscadas
pelo fogo,
dilaceradas
pelas lâminas
de prata,
se guarnecem
de muitas flores,
para o
novo dia
que nasceu.

Quando a lua
já se esmaeceu,
e então,
surge
a calmaria,
depois
do vendaval.
Maria
Enviado por Maria em 17/06/2006
Reeditado em 05/06/2011
Código do texto: T177025
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4552 textos (185998 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:27)
Maria

Site do Escritor