Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O horror ao extremo:
No sepulcro, um anjo pequeno.
Foi-se Sofia,
Breve como o dia.

Ficou a dor que não passa
e a saudade que já grassa.
O sofrer que não cessa.
e a dura mágoa possessa.

Ficou Flávia. Passarinho miúdo, frágil.
Aquela que faz de cada foto, o mudo filme
da dor que não se exprime.

Haverá alívio para essa rudeza?
Haverá consolo para essa agonia?
Fostes tão leve Sofia...



Este poema é dedicado à Flávia, que foi mãe por pouco tempo e mesmo assim, foi em toda sua completude.
Fabio Renato Villela
Enviado por Fabio Renato Villela em 17/06/2006
Reeditado em 02/11/2010
Código do texto: T177072
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Fabio Renato Villela
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
1758 textos (328228 leituras)
1 áudios (27 audições)
4 e-livros (4090 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:48)
Fabio Renato Villela

Site do Escritor