Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SOLIDÃO

Bela noite sombria,
Cujo os olhos pálidos se fecham durante noite,
O coração gelado entre as nuvens negras repousa lentamente
Com o corpo já exausto, nem vejo a noite passar.
 
A mágoa de um amor perdido me faz sofrer,
Morro de tristeza quando vejo, que nunca fui feliz,
E já  sem força tento dar meu último suspiro,
Mas, pareçe inútil, meu ser se devora lentamente
 
O adeus, longe de mim ainda está,
Entao, abro os olhos e vejo as flores embalsamadas
Que sobre a brisa escura da noite dormia
 
Entao, peço que os meus olhos se fechem por piedade,
Este é o resultado da mágoa que me tem posto
E aquele ser cansado de sofrer, já não existe mais!
 
 
    ( Silva, Elaine. 2G Matutino 2006 )
JOVEM ESCRITOR Escola Estadual Hércules Maymone
Enviado por JOVEM ESCRITOR Escola Estadual Hércules Maymone em 19/06/2006
Código do texto: T178159
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOVEM ESCRITOR Escola Estadual Hércules Maymone
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
35 textos (2097 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:08)
JOVEM ESCRITOR Escola Estadual Hércules Maymone