Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIO MADURO MAIO

A cadelinha vira-lata lambia a placenta
Que ainda repousava sobre as pupilas virgens
Da cria recém-nascida
E sua primeira impressão do mundo:
Um teto azul e branco,
E o ar recendendo a restos de comida em
[decomposição

Mal ultrapassada a primeira quinzena
O mês pendia bojudo entre os galhos do
[calendário
A vida parecia auto fecundar-se
E para o fruto, quase caindo
Alguns olhavam com amargo desgosto
Esperando a hora de saciar-se
Com seu triste
(mesocarpo)

* * *

Goiânia, 23 de Abril de 2006
Glauber Ramos
Enviado por Glauber Ramos em 19/06/2006
Código do texto: T178272
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Glauber Ramos
Goiânia - Goiás - Brasil, 34 anos
97 textos (2675 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:40)
Glauber Ramos