Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMOR MOTOCÍCLICO


Temo a motocicleta.
Velocidade incorreta
Esbugalhados ciclonautas
Urro
E metafísica ansiedade.

Temo o dia  porque temo a noite
Que o fiou em sua oficina
E engendrou capacetes
Adrenalina
Corpos efervescentes e borbulhantes
A gangue do sangue a criar mangues
E poças indesejáveis.

Temo a motocicleta desniveladora
Reveladora do caos interior do motor
Que ocupa o espaço da culpa
Que não existe.

Gemo por detrás das persianas
Das anáguas insanas das tempestades noturnas
Rasgo ventre do vento
E dele me alimento
NO corpo da matriz.

Velo vigilo velado
Corrente em pouso forçado
Trago atada à turbina
O motor cíclico
Que me alucina
Quando me ponho
A rodar.


Preto Moreno


Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 19/06/2006
Reeditado em 19/06/2006
Código do texto: T178464

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6783 textos (102555 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:21)