Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espelho / Espejo.

O espelho no quarto

El espejo  en el cuarto

olhava em silêncio o meu despir

miraba en silencio mi desnudar

e todos os dias olhava

y todos los días miraba

e nunca dizia nada.

y nunca decía nada.

Sempre companheiro

Siempre compañero

me observava ensaiar alguns passos de dança.

me observaba ensayar algunos pasos de danza.

Ou mesmo sorrir ou chorar

o aun sonreír o llorar

pelo o que a vida nos faz.

por lo que la vida nos hace.

Nunca dei muita importância a ele

Nunca le di mucha importancia

além é claro, de quando queria me ver,

además es claro, de cuanto quería verme,

sem me ver.

sin verme.

Ele refletia.

El reflejaba

Hoje ele me sorriu.

Hoy el me sonrio

Senti vida.

Sentí vida.

Meu espelho se comunicava

Mi espejo se comunicaba

e eu não percebia.

y yo no percibía.

Sentei-me em frente a ele

Me senté frente a el

e conversamos.

y conversamos.

Não ouvi uma só palavra,

No ayuna sola palabra

apenas sentia que ele sorria.

solo sentía que el sonreía.

Passei horas com ele

Pase horas con el

e nos encontramos:

y nos encontramos:

Eu em mim refletida.

yo en mi, reflejada

Eu no outro estando em mim.

Yo en el otro estando en mi.

 

Poema de Eliane Alcântara.
Tradução de Márcio Gabriel.
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 19/05/2005
Código do texto: T17871
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:31)
Eliane Alcântara